“Home Wedding”, Como fazer um casamento em casa

Sem Parar

Cerimônia pode ficar mais barata se feita em casa

Vestido, véu, salão, convites, buffet, bebidas, lembrancinhas: mesmo tentando economizar, um casamento custa muito dinheiro. Uma pesquisa realizada em 2017 pela empresa Zankyou revelou que um casamento completo custa, em média, R$ 40 mil. Uma grande parte do orçamento é dedicado ao aluguel do salão ou local do evento, que pode custar até R$ 10 mil.


Mas para quem deseja reduzir os custos do grande dia, um casamento feito em casa é uma alternativa mais acessível.

Um home wedding, termo utilizado na internet para casamento em casa, é qualquer cerimônia realizada dentro de uma casa, seja ela a dos noivos, da família, amigos ou até alugada.

“Muita gente acredita que fazer um casamento em casa precisa ser na casa dos noivos, mas não é assim. Qualquer casa serve, já fizemos festas em casas modernas, vintage, bucólicas, todas alugadas”, conta Sarah Serafim, organizadora de casamentos e bacharel em Relações Públicas.

Segundo Sarah, o que realmente transforma o ambiente de um home wedding são os elementos importantes ao casal, como fotos, móveis e itens de decoração. A organizadora aponta que os detalhes trazem o sentimento de ‘lar’ para o evento.

“É claro que fazer o casamento em casa mesmo diminui muito o valor. Mas existem opções mais baratas que são casas, ao invés de salões, principalmente para casamentos menores. Mas recomendo, para quem tem o espaço, fazer na própria casa, é um sentimento maravilhoso”, conta a especialista.

Na maioria dos casos, os noivos preferem trajes mais sutis, ao contrário de vestidos muito bufantes ou chamativos e ternos com cortes diferentes. “Muitas nem usam véu.”

Quando se fala em gastronomia, os pratos podem refletir também o gosto do casal, com refeições mais caseiras e marcantes para as famílias.

A decoração do home wedding pode ser feita de acordo com o gosto dos noivos. “Os elementos da família, do lar, todos podem ser evocados neste momento. Móveis antigos dos pais, cadeiras dos avós, tudo vale”, diz Serafim.

Entre os principais benefícios de um casamento em casa, estão a economia de custos e uma maior flexibilidade de organização do local. “Sabemos que muitos locais não são tão flexíveis quando se fala de limites com decoração, horários e espaço. Quem sofre com isso pode se beneficiar com a liberdade do próprio lar”, diz Serafim.

Outro fator que convence casais a realizarem o evento em casa, segundo a decoradora, é a personalização do espaço. Diferente de casamentos regulares, construídos com decorações impessoais, o home wedding é construído com itens do próprio casal, o que traz um ar de intimidade e aconchego para os convidados e os noivos.

Esses benefícios convenceram Duda Monteiro a realizar o próprio casamento em sua casa. Além de economizar dinheiro, a jovem acredita que a proximidade com todos os convidados foi a melhor parte da data: “sempre quis um casamento com poucas pessoas e bem íntimo, o casamento em casa torna a experiência mais íntima. Essa foi a base para a nossa decisão de realizar um casamento menor em casa.”

Os desafios, para Duda, foram relacionados ao buffet. “Querendo ou não, a cozinha era um lugar muito exposto, então as pessoas passavam por ela constantemente”, afirma.

Serafim também cita as questões de logística, que podem atrapalhar o evento, já que uma casa é menor que um salão. Estacionamento, cozinha e banheiros podem atrapalhar os noivos, e a lista de convidados geralmente precisará ser enxuta.

O ruído do evento também pode causar problemas com a vizinhança, principalmente se o casamento for feito com uma banda ou um DJ. Para resguardar a privacidade da família, também é necessário pensar como o lar será organizado e quais quartos serão fechados.

Por conta desses fatores, o casamento em casa pode não ser adequado para todos os casais. Os noivos precisam avaliar se a limitação de convidados, o som baixo e o espaço enxuto são desafios que podem ser superados em prol do evento.

“Sempre falo que quem quer um festão com muita bagunça, som e altas horas não pode querer fazer um casamento em casa. Essa festa é mais reservada para casais que preferem eventos mais íntimos”, finaliza Serafim.

Sem Parar

Comentários: (0)