‘Orquídeas’: Conheça a história, os significados das cores e saiba como cuidar

Sem Parar

As orquídeas são flores nobres milenares que possuem grande variedade de cores, além de muita beleza e elegância

Quem nunca se surpreendeu com a beleza das orquídeas? Essas plantas são milenares, acredita-se que sua cultura tenha começado há mais ou menos 4.000 anos, no Oriente Médio, principalmente no Japão e na China. Com utilidades decorativas e medicinais, estas flores nobres ficaram conhecidas no mundo inteiro, passando a ser admiradas e cultivadas.

Porém, apesar de muito conhecidas, as orquídeas ainda geram dúvidas quanto aos cuidados necessários. Outro ponto conhecido por pouco é o significado de cada uma das diversas cores apresentadas pela espécie.

As orquídeas são plantas nobres

As orquídeas são plantas nobres

Foto: shutterstock 

O significado das cores das orquídeas

Além de beleza e nobreza, estas plantas apresentam também uma grande variedade de cores, cada qual com seu significado particular. A noção dos conceitos pode influenciar na hora de escolher levar para casa ou dar de presente um determinado exemplar.

  • Orquídea rosa: entre os significados desta cor de flor estão feminilidade, sedução e sensualidade. Por isso, se o objetivo é conquistar e dizer “eu te amo” essa é a opção ideal.
  • Orquídea branca: a cor remete conceitos de inocência e eternidade. É a melhor forma de se transmitir o amor verdadeiro e duradouro.
  • Orquídea amarela: além da cor, essa flor se diferencia da aparência das demais. Emana alegria e são utilizadas para desejar felicidades para pessoas queridas, como grandes amigos.
  • Orquídea azul: tranquilidade, paz, lealdade e confiança são algumas das mensagens passadas para alguém que ganha esta flor.
  • Orquídea lilás: com sentido de dignidade e purificação essa planta é uma ótima opção para decorar ambientes.

Como cuidar das orquídeas

Orquídeas são plantas duradouras, desde que bem cuidadas. Para manter a beleza e pomposidade por mais tempo, é preciso bastante atenção e conhecimento básico de jardinagem. Confira alguns passos a passos diários.

  • Escolha do local: o ambiente ideal precisa ser bem iluminado, mas na medida certa, muita luz solar deixa as folhas amareladas. O local também não pode ser escuro demais.
  • Adubo: compre misturas de nitrogênio, fósforo e potássio numa floricultura ou loja do gênero e adube a terra uma vez por mês. Nunca exagere na quantidade, isso pode matar a planta.
  • Regas: a prática de regar deve ser realizada uma vez por semana. A quantidade certa é de 200 ml de água. Molhe a terra e retire o excesso de água que escorrer para o potinho de apoio embaixo do vaso.
  • Troca de vaso: com o passar do tempo as raízes da planta vão crescendo e ela precisará de mais espaço. Quando ela estiver em tamanho avançado, utilize vaso de barro.
  • Utensílios: por serem plantas muito frágeis e suscetíveis a microrganismos, qualquer utensílio utilizado deve estar esterilizado. Utilize um maçarico ou esquente a ferramenta na boca do fogão.

Sem Parar
Sem Parar

Sem Parar

Comentários: (0)





G4 Educação


Sem Parar
Sem Parar
Sem Parar