Giovanna Antonelli estampa capa da VIP e revela que já foi traída

Sem Parar

A morena também fez ensaio sexy e empoderado para a revista e falou sobre sua carreira de sucesso como empresária, mirando no mercado internacional

Capa da próxima edição da revista VIP, Giovanna Antonelli mostrou que sua posição não a torna diferente de ninguém: a atriz revelou que já sofreu com derrotas, mas que isso só a faz ter mais vontade de se superar. “Eu já fui passada para trás, traída”, revelou a atriz para a publicação. A edição com a atriz mostra que ela é mais do que apenas uma das musas da televisão: a morena também é uma bem sucedida empresária que chegou a ganhar o apelido de “Midas” por gerar um sucesso atrás do outro.

Giovanna Antonelli faz ensaio provocante e empoderado para revista VIP e fala mais sobre seu lado de emprendedora

Giovanna Antonelli faz ensaio provocante e empoderado para revista VIP e fala mais sobre seu lado de emprendedora

Foto: Revista VIP/Divulgação

Musa empreendedora

Protagonista de “Sol Nascente”, última novela exibida na faixa das 18h, Giovanna Antonelli foi convidada para estampar a capa do mês de abril da VIP em um ensaio muito sensual, mas que exalta sua força como uma poderosa mulher. Mas como nem tudo são flores, a atriz falou sobre sua carreira no ramo empresarial e desabafou “eu já fui passada para trás, traída, e é óbvio que você fica frustrada, mas isso me dá uma gana, um sangue nos olhos pra vencer”.

“Gio” recentemente fez sua estreia no mercado de luxo internacional com uma linha de perfumes voltados consumidores de alto nível – as fragrâncias da atriz têm 100ml custam por volta de R$ 500. De acordo com entrevista para a Época, ela decidiu remar contra a corrente e, ao invés de fazer o lançamento em Paris como, em geral, é feito, optou por prestigiar seus fãs portugueses e divulgou o produto pela primeira vez em Lisboa.

Os perfumes foram uma parceria com a Mane & Fils, uma das marcas mais importantes no cenário mundial da área e todas foram desenvolvidas em Bar-sur-Loud, conhecida como “capital dos perfumes” da França. Segundo Giovanna Antonelli, foram cinco anos de testes e pesquisa para desenvolver os “cheiros ideais” para sua linha exclusiva.


-
Anhanguera

Sem Parar

Comentários: (0)





G4 Educação


Sem Parar
Sem Parar
-
Anhanguera