Catia Fonseca e Leo Dias tem encontro histórico no Melhor da Tarde na Band e selam a paz

Catia Fonseca e Leo Dias colocaram um ponto final no desentendimento que tinham no passado e selaram a paz em encontro histórico no Melhor da Tarde na Band.

O desentendimento entre eles já durava cinco anos. Tudo aconteceu quando em 2013, Leo Dias anunciou a separação de Catia com o ex-marido e afirmou que ela estava envolvida com o seu atual marido, que na época era casado.

A apresentadora da Band não gostou nada e, ao vivo, durante o programa Mulheres da TV Gazeta, resolveu mandar um recado para Leo Dias e desmentir a nota.


“Eu me separei porque há anos queria me separar por motivos que não interessam a ninguém, a não ser a mim e ao meu ex-marido. É muito chato porque tem duas famílias envolvidas. (…) Só queria dizer ao Leo Dias que ele deveria ter uma atitude diferente”, disse. “Respeito é importante”, completou ela na época.

Deixando as mágoas no passado, os dois fizeram as pazes e o apresentador do SBT esteve no programa da Catia nesta quinta-feira, 28 de março, e gravou ao seu lado.

Durante a atração, eles deram boas risadas e afirmaram que a amizade que mantém hoje em dia é bastante saudável. “O Leo nunca me intimidou, sei que muita gente tem medo dele, mas em determinadas ‘fofocas’ temos que falar a verdade, porque nem tudo que o fofoqueiro diz é real, na época dessa conversa, desmenti ele no ar para encerrar logo o assunto”, afirmou Catia.

O programa que mostrará a interação entre Catia e Leo Dias irá ao ar amanhã, a partir das 14h no “Melhor da Tarde”, na Band.

Em conversa com a emissora paulista, Leo falou sobre o lançamento da biografia não autorizada sobre Anitta, que ele lançará no próximo dia 30 de março.

“Ela é uma artista admirável, veio de baixo, do subúrbio do Rio de Janeiro. Se ela não tivesse uma história digna de um livro, eu não escreveria nem um gibi sobre”, disse ele.

Com o livro, Leo Dias espera alcançar o grande público. “Quero que esse livro faça com que a classe C, que nunca pisou numa livraria, que acha que não tem condição ou intelecto para ler, compre e aproveite”.

“Eu não quero fazer desse um livro para a burguesia, a Anitta não é uma artista da burguesia. A burguesia hoje aplaude ela, mas ela sabe exatamente de onde veio. E é de onde ela veio que eu quero levar esse livro”, comentou.



Comentários: (0)





G4 Educação


Anhanguera
Anhanguera