5 erros que você comete ao se proteger da dengue

Sem Parar

Evite estes cinco erros comuns e adote medidas eficazes para se proteger da dengue

Com a chegada do verão e o aumento das chuvas, o cenário está propício para a proliferação do temido mosquito Aedes Aegypti , transmissor de doenças como a dengue, zika e chikungunya. É um momento importante para reforçar os cuidados e prevenir a disseminação dessas doenças. Porém, mesmo com a conscientização sobre a importância da proteção, é comum cometermos alguns erros que podem comprometer nossos esforços.


Aqui estão cinco erros ao tentar se proteger da dengue:

1. Esquecer de reaplicar o repelente ao longo do dia:

Assim como esquecemos de reaplicar o filtro solar, muitas vezes negligenciamos a reaplicação do repelente. É fundamental seguir as orientações do fabricante quanto ao tempo de eficácia do produto e reaplicá-lo conforme necessário para garantir uma proteção contínua.

2. Subestimar os locais propícios para proliferação do mosquito:

Engana-se quem pensa que apenas água limpa e parada é propícia para a reprodução do Aedes Aegypti. O mosquito pode depositar seus ovos em diversos tipos de recipientes com água, incluindo locais com sujeira e detritos. Portanto, é essencial eliminar qualquer acúmulo de água, independentemente de sua qualidade.

3. Não instalar telas protetoras:

O uso de telas protetoras, como mosquiteiros, é uma medida altamente eficaz para evitar a entrada de mosquitos em casa. Apesar de simples, muitas pessoas não adotam essa precaução.

4. Não usar roupas compridas como proteção:

Embora possa ser desconfortável cobrir o corpo durante o verão, o uso de roupas compridas é uma estratégia eficaz para proteger a pele contra as picadas de mosquito, especialmente em áreas ao ar livre. Optar por tecidos leves e respiráveis ajuda a minimizar o calor, sem comprometer a proteção.

5. Depender de soluções caseiras para afastar os mosquitos:

Produtos à base de citronela e outros vegetais podem ter um efeito limitado na proteção contra mosquitos. Em vez disso, é recomendável investir em repelentes comprovadamente eficazes e focar na eliminação dos criadouros do Aedes Aegypti para interromper seu ciclo de reprodução.

Lembre-se de que a dengue é uma doença séria e a prevenção é fundamental para proteger a saúde de todos. Com cuidados diários e com a vacina contra a dengue, é possível reduzir a incidência dessa doença.


Sem Parar

Sem Parar

Comentários: (0)





G4 Educação


-
Anhanguera