Brechós se tornam protagonistas no aumento da moda circular

Cada vez mais a moda circular vem ganhando espaço em nossa sociedade. Baseada no conceito de repensar a forma de se consumir roupas e buscando reduzir o desperdício e o impacto ambiental, o modelo tem sido bem visto dentro do mundo fashion.

Para tornar o mundo ainda mais sustentável, a forma de consumo conta com brechós, que são grandes aliadas e desempenham um papel crucial para a diminuição do descarte desnecessário.


A favor da sustentabilidade, a empresária Kamilla Agacci Boing criou um brechó voltado apenas para artigos de luxo, chamado “Renovando o Luxo”. Segundo ela, esta é uma alternativa inteligente para aproveitar peças que não são mais usadas. “Acredito que a moda de luxo circular veio para ficar e está se tornando uma tendência cada vez mais forte na indústria da moda. Ela tem vários benefícios tanto para as marcas quanto para os consumidores”, começa.

Kamilla pontua que com a implementação do novo modelo de consumo, houve um aumento significativo na conscientização sobre questões ambientais e sustentabilidade na indústria da moda. “Para as marcas, a implementação de práticas atraentes ajuda a melhorar sua experiência e atrair um público consciente que valoriza a responsabilidade ambiental. Além disso, a adoção de modelos de negócios circulares pode reduzir os custos de produção e fornecer novas oportunidades de negócios”, continua.

Desta maneira, as pessoas se veem mais inclinadas a procurarem por itens de brechós, sejam eles de luxo ou segunda mão, uma vez que os consumidores conseguem economizar e contribuir para prolongar o ciclo de vida útil do produto . “À medida que mais pessoas se tornam conscientes dos negativos da indústria da moda rápida e descartável, elas estão buscando alternativas mais atraentes”, explica a empresária.

No entanto, há uma diferença entre os dois tipos de brechós. “O mercado de segunda mão oferece uma oportunidade de adquirir produtos de qualidade a preços mais acessíveis, permitindo que os consumidores tenham acesso a marcas de luxo que talvez não pudessem comprar diretamente da loja. Além disso, a compra de produtos de segunda mão pode ser vista como uma forma de sustentabilidade, uma vez que contribui para a redução do desperdício e promove uma economia circular”, afirma Kamilla.

Por outro lado, os brechós de luxo oferecem uma opção mais atraente para os consumidores. “O mercado de luxo é conhecido por seus produtos exclusivos, atenção aos detalhes, alta qualidade e status. Muitas vezes, as marcas de luxo são pioneiras em termos de design e inovação, estabelecendo tendências que influenciam toda a indústria da moda. Esses dois mercados se conectam quando os consumidores conscientes da moda buscam por peças de luxo em segunda mão, buscando não apenas qualidade e conseguem, mas também uma abordagem sustentável”, pontua.

Por fim, Kamilia comenta como as redes sociais têm sido um fator importante para a implementação da moda circular na sociedade. “A influência das mídias e dos influenciadores na moda circular é extremamente significativa. As redes sociais exercem um papel fundamental na disseminação de informações sobre a moda circular, conscientizando as pessoas sobre a importância da sustentabilidade e promovendo o consumo consciente. Os influenciadores têm um alcance significativo, eu mesma mostro através da minha rotina pelos stories e trago mais informação para o meu público sobre esse mercado”, conclui.

Comentários: (0)






-
Anhanguera