Pegadinha de Gugu Liberato vira caso de polícia

Sem Parar

Daniela Lima

Produtores foram encaminhados para o 23º DP por uso de carros parecidos com os utilizados pela polícia e por fazer simulação de blitz

São Paulo – A gravação de uma pegadinha do programa de Gugu Liberato, TV Record, com o jornalista Luiz Bacci, em São Paulo, terminou na delegacia. Três produtores do programa foram detidos e encaminhados para o 23º DP (Distrito Policial) por utilizarem carros parecidos com as viaturas da Polícia Civil e por terem simulado uma blitz em local público. Após cinco horas na distrital, os produtores foram liberados, mas tiveram que assinar um termo circunstanciado por usurpação de função pública. O vídeo foi gravado na segunda-feira e deve ir ao ar nesta quarta-feira às 22h.

Gugu Liberato aprontou uma pegadinha para Luiz Bacci

Gugu Liberato aprontou uma pegadinha para Luiz Bacci

Foto: Reprodução Internet

Como foi a gravação

Gugu se juntou a uma equipe de profissionais de seu programa para pregar uma peça no apresentador do “Balanço Geral Manhã” e “SP no Ar”, Luiz Bacci. Após ser parado numa falsa blitz, policiais disseram que Bacci teria que ser detido, porque foi flagrado dirigindo um carro clonado. Durante a confusão, Toy, cachorrinho amado e querido do jornalista, foi sequestrado e ele entrou em desespero. Como foi a reação dele ao saber que seu animal de estimação desapareceu? Como cúmplices dessa brincadeira, Gugu contou com a ajuda da jornalista Fabíola Reipert e de Geraldo Magela, repórter do “Balanço Geral Manhã”. O jornalista ficou bastante nervoso, mas após descobrir que era uma brincadeira se acalmou e encarou da melhor maneira possível.

Após o susto%2C Bacci conversou com todos os envolvidos na pegadinha

Após o susto%2C Bacci conversou com todos os envolvidos na pegadinha

Foto: Divulgação

Após o susto, Bacci posou para fotos ao lado de Gugu e da equipe, além do cãozinho, Toy. O apresentador parece não ter ficado nenhum pouco chateado com Gugu e estará ao vivo, no palco da atração, assistindo a toda a brincadeira que fizeram com ele.

A Polícia Civil de São Paulo foi procurada para esclarecer o fato, porém, até o momento, não enviou resposta. Já a Record confirma que os produtores foram levados para a delegacia, contudo, alega que os profissionais foram para a distrital apenas para prestar esclarecimentos por utilizar carros parecidos com os da polícia e por fazer uma falsa blitz.

Comentários: (0)