Oito dicas para montar um cantinho do café em casa

Arquiteta explica o que é necessário para criar um espaço confortável e elegante

O café costuma unir pessoas, seja após o almoço, durante a tarde ou em encontro com amigos e familiares. Inclusive, o amor dos brasileiros por ele é tão grande que tornou o Brasil o segundo maior consumidor da bebida, segundo dados da Organização Internacional do Café (OIC). Por isso, nada mais justo do que criar um espaço especial para apreciá-lo em casa. A seguir, a arquiteta Juliana Barros, especialista em neuroarquitetura, elenca 10 dicas para que você possa montar um local para aproveitar um bom cafezinho!


1. Escolha um espaço na casa

O local ideal para um bom cantinho do café é perto da sala de jantar ou da cozinha, pois, dessa forma, fica mais fácil servir os convidados. Mas, caso não tenha um espaço para criar esse cantinho, a ideia é adquirir um gueridon, ou seja, uma mesa com rodízios. Assim, você pode adaptar o espaço em qualquer lugar da sua casa.

2. Invista em nichos e prateleiras

Outra solução seria apostar em um modelo suspenso, feito com prateleiras ou nichos. Nesse caso, ele pode ocupar uma das paredes que liga a sala de jantar à cozinha, por exemplo. No entanto, se você não quiser deixar aparente o “cantinho do café”, a ideia é embuti-lo dentro de um armário.

3. Seja criativo

Esse local precisa ser um prazeroso e divertido, por isso seja criativo e deixe sua imaginação fluir na hora de criar. Use e abuse de cores, móveis versáteis e equipamentos excêntricos.

4. Utilize cores

Tome cuidado no uso das cores. A dica é usar tons mais neutros nas paredes e cores vibrantes nos objetos de decoração, como xícaras, potes e até mesmo na cafeteira.
Quadro negro transforma os ambientes (Imagem: Ground Picture | Shutterstock)

5. Aplique um quadro negro

Decorar com “quadro negro” é uma ótima opção! Assim como o nome sugere, ele transforma a parede em lousa para que você possa desenhar ou escrever com giz.

6. Aproveite as plantas

A tendência dentro da neuroarquitetura que a profissional Juliana Barros costuma usar é a biofilia, ou seja, conexão das pessoas com a natureza para melhorar o bem-estar. E, segundo ela, nesse cantinho, as melhores escolhas para plantas são: espada-de-são-jorge, samambaia, cactos, lírios-da-paz e begônias.

7. Use objetos pessoais

Outra dica para deixar esse local com a sua identidade é utilizar objetos pessoais na decoração. Nesse caso, vale tudo. Podem ser vasos, porta-retratos, tapetes, esculturas e até as xícaras da vovó.

8. Aplique espelhos e iluminação

Abuse também de espelhos, pois, além de serem elegantes, trazem amplitude para o ambiente. E, para fechar com chave de ouro, busque melhorar a iluminação do local utilizando lâmpadas quentes (amarelas) para trazer maior conforto.


Anhanguera

Comentários: (0)