EUA autorizam empresa de Musk a testar chips cerebrais em humanos

Neuralink realiza atualmente testes em animais e é investigada por maus-tratos

A Agência de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA, na sigla inglês) autorizou a Neuralink, empresa de Elon Musk, a realizar testes em humanos com seu chip cerebral. A autorização foi divulgada nesta quinta-feira (25) pela companhia.


De acordo com a Neuralink, o objetivo do implante cerebral é tratar doenças graves que atualmente são consideradas sem cura, como paralisia e cegueira. Até o momento, a empresa testa seus chips apenas em animais.

“Este é o resultado de um trabalho incrível da equipe Neuralink em estreita colaboração com o FDA e representa um primeiro passo importante que um dia permitirá que nossa tecnologia ajude muitas pessoas”, afirmou a empresa ao comentar a aprovação do órgão.

Desde 2019, Musk vem afirmando que vai iniciar os testes dos chips cerebrais em humanos, mas o primeiro pedido junto à FDA veio somentem em 2022, quando foi negado.

A Neuralink, que já conseguiu fazer com que um macaco jogasse videogame apenas com a mente , é investigada nos Estados Unidos por maus-tratos contra animais.

De acordo com o processo, a empresa teria matado animais de forma desnecessária durante testes, a fim de acelerar os resultados científicos dos chips cerebrais.


Anhanguera

Comentários: (0)







Anhanguera
Anhanguera
Anhanguera