Stepan Nercessian revela que a Igreja queria tirar Chacrinha do ar de qualquer maneira

O ator Stepan Nercessian deu uma entrevista esta semana para o Morning Show da rádio Jovem Pan e falou sobre interpretar o Chacrinha.

“Uma honra muito grande poder interpretar o Chacrinha. É gratificante porque você fazer um grande personagem, um artista como ele é, a quem nós devemos muito, pode ter certeza que o programa de vocês aqui pode ter certeza que foi plantado lá atrás por ele”, declarou.


“A gente vê o resultado, “Chacrinha alegria”, a gente pensa “Pô esse cara foi só festa”, mas se você ver os poderosos que ele teve que enfrentar, primeiro a censura, com prisão, etc., segundo a igreja, que o massacrava e queria tirá-lo do ar de qualquer maneira. Depois a psiquiatria, houve junta médica dizendo que um débil mental não podia ter um programa na televisão brasileira”, comentou.

“É bonito na história do Chacrinha que ele lutou muito para ser quem ele era, ele não teve nenhum dono de televisão ou de rádio no Brasil que mandasse nele e que ele não brigasse, que ele rasgava o contrato, ele não atendeu o Roberto Marinho no telefone, “quem manda no meu programa sou eu”, era uma obsessão e ele acreditava muito naquilo que ele fazia”, concluiu.



Comentários: (0)







Anhanguera
Anhanguera
Anhanguera