Como fazer um currículo papa-vaga

Siga as nossas sugestões ao pé da letra e você nunca mais ficará de fora de nenhum processo seletivo

Um currículo papa-vaga

1 Fazendo o cabeçalho

Menos é mais. Nome, endereço, telefone e e-mail são suficientes. Colocar idade e estado civil é opcional”, diz a psicóloga e coaching Alessandra Cejkinski.

2 Sem enrolation!

Um currículo com duas páginas de Word está de bom tamanho! É essencial ser clara e direta. Ressalte qualidades e conquistas sem ‘florear’ demais

3 Lição de casa

Pesquise e estude a vaga que vai disputar! Assim, você só coloca no currículo informações relevantes. “Quanto mais objetivo for o candidato, melhor. Informações extras podem ser cartas na manga para usar no dia da entrevista”, diz Alessandra.

4 Gatinha@

O que seu endereço de e-mail diz sobre você? Atenção! “Jamais use apelidos ou palavras infantilizadas em e-mails profissionais. Procure utilizar nomes simples, assim evitará que o recrutador erre uma letra e o e-mail não chegue”.

5 Pegadinha do Pinóquio

Cuidado para não exagerar! “Se você consegue a vaga com uma mentira, na hora de colocar em prática com certeza ficará em apuros e prejudicará sua imagem profissional”. Não minta:  se o nível do seu inglês é básico, seja sincera

6 Atenção ao português

A especialista alerta: mesmo que não seja para um cargo em que a escrita é requisitada, é fundamental entregar um documento sem erros de português ou de digitação! “Isso pega muito mal“, decreta.

7 Calma lá!

Portfólio, textos autorais… “Mesmo que você tenha muito mais para mostrar ao seu empregador do que só o currículo, espere que ele solicite antes de bombardeá-lo com esses materiais!”, aconselha a profissional.

8 Sai pra lá Instagram

A não ser que a vaga solicite – como as de evento – não é uma boa ideia colocar foto. O empregador está focado na formação acadêmica e experiência!

9 Marcando presença

Apresentar-se no corpo do e-mail faz diferença. “Os empregadores recebem muitos e-mails por dia e podem se perder. Isso pode fisgar a atenção do contratante!

10 Organização sempre

Há vários formatos aceitos no mercado, mas respeitar a ordem cronológica é o mais recomendado. “Sugiro começar pela formação acadêmica; depois siga com a experiência profissional, da mais recente para a mais antiga”, finaliza Alessandra.


Anhanguera

Comentários: (0)





G4 Educação


Anhanguera
Anhanguera
Anhanguera