Área do pescoço: efeitos do envelhecimento na pele

Especialista explica que diversos tratamentos podem trazer benefícios para a região como radiofrequência, ultrassom, microagulhamento, peeling e fototerapia

A área do pescoço assim como a pele do rosto precisa de cuidados especiais. O envelhecimento causado por exposição ao sol, enfraquecimento natural dos músculos do pescoço, má postura e cuidados insuficientes com a pele são os principais fatores do envelhecimento precoce nessa região.


Segundo Alline Vasconcellos Alves Peral, docente do curso de Tecnologia em Estética e Cosmética da Faculdade Santa Marcelina, o envelhecimento é semelhante ao do rosto, porém nessa região temos um suporte um pouco menor de fibras de colágeno e elastina e ainda das glândulas que formam o que chamamos de manto hidrolipídico que ajudam manter a hidratação da pele e por fim nossos cuidados são menores nessa região.

Alline explica que o uso de protetor solar é muito importante para prevenção do envelhecimento da pele. “Iniciamos a perda de colágeno aos 25 anos e perdemos por volta de 1% a cada ano. Com isso, começa a necessidade do uso de produtos antioxidantes e cuidados com fotoprotetores. O uso do protetor solar no pescoço deve ser diário da mesma forma que no rosto. A radiação solar é um dos fatores que trazem envelhecimento para essa região. A recomendação é que no mínimo seja utilizado FPS 30, mais importante do que um fator muito mais alto que esse é a replicação que deve acontecer a cada 2 ou 3 horas”, explica Alline.

Como evitar que o pescoço fique mais vulnerável a danos:

  • Usar fotoprotetor diariamente;
  • Cremes com Vitamina C e Colágeno;
  • Massagens ascendentes diariamente;
  • Boa ingestão de água e alimentação adequada;
  • Cuidados com a postura, dormir com travesseiro muito alto deve ser evitado, exageros e modo de utilização de celular e computadores também podem influenciar a longo prazo.


Comentários: (0)







Anhanguera
Anhanguera
Anhanguera