Madam C.J. Walker se torna Barbie e tem legado homenageado

A empresária estadunidense se tornou a primeira mulher milionária dos EUA com sua linha de cosméticos para cabelos voltados para mulheres negras

A empreendedora, filantrópica e ativista Madam C.J. Walker foi homenageada pela Mattel se tornou uma Barbie. A boneca foi desenvolvida com a ajuda da jornalista A’Lelia Bundles, tataraneta e biógrafa de Walker. Walker ficou conhecida como a primeira mulher a se tornar uma milionária nos Estados Unidos com sua linha de produtos para cabelos.


A boneca da empresária é caracterizada com roupas brilhantes em roxo e turquesa que, segundo Bundles, eram as cores preferidas de C.J.; além de ser acompanhada por pequenos frascos para remeter aos produtos que ela criou. A blusa florida é uma forma de captar sua estética alegre e a frente de seu tempo.

Carlyle Nuera, designer da Mattel que lidera o projeto de C.J, quis captá-la em um momento da vida em que estava vendendo seus produtos para crescimento de cabelo, como se estivesse prestes a fazer uma demonstração na casa de alguém ou apresentá-lo publicamente.

A ativista foi homenageada na linha Barbie Inspiring Women, que homenageia mulheres com feitos que se destacam na sociedade. Além de Walker, a cantora Ella Fitzgerald, a ativista Rosa Parks, a escritora Maya Angelou e a atriz e ativista Laverne Cox foram algumas das outras mulheres que foram homenageadas pela Mattel.

“Eu era muito próxima da Madam C.J. Walker antes do projeto. Ela estava na minha lista de desejos para incluir na série Inspiring Women. Ela criou oportunidades para ela e para outras mulheres negras, se tornando uma mulher inspiradora”, afirma Carlyle.

Quem foi C.J. Walker

C.J. Walker nasceu em 1867 em uma plantação de algodão onde os pais, que foram escravizados até 1863 (ano em que a escravidão foi abolida nos Estados Unidos), trabalhavam. Seu nome de batismo era Sara Breedlove. Ao longo da vida, ela trabalhou como lavadeira por anos, conhecimentos que foram transferidos para o próprio negócio.

Ela revolucionou o mercado de beleza ao lançar uma linha de cosméticos voltada especificamente para cabelos crespos , em 1914. Os produtos eram direcionados para mulheres negras que, na época, sofriam com diversas doenças capilares – incluindo a própria C.J. Walker.

Com o sucesso da marca, ela se tornou a primeira milionária self made nos Estados Unidos. Com o dinheiro, fez doações de bolsas de estudos até a casas de repouso que aceitavam pessoas negras e foi voz ativa na luta contra o racismo, se tornando referência no mundo todo.

Em 2020, ela ganhou o seriado “A Vida e a História de Madam C.J. Walker”, que conta sua história de vida, desde a luta contra a pobreza até se tornar empresária. A série está disponível na Netflix e Walker é vivida por Octavia Spencer.



Comentários: (0)







Anhanguera
Anhanguera
Anhanguera